SOBRE A ASSOCIAÇÃO
Nossa História
Fazenda Furquilha
Estatuto Social
Calendário de Atividades
Visão de Futuro
Localização
Entre em contato
     ASSUNTOS
Cerimônias Ritualísticas
Arte
Bioarquitetura
Cooperação
Mantras e Orações
Meditação
Meio Ambiente
Paisagismo
Palestras, Cursos e Vivências
Pensamentos
Qualidade de Vida
Terapias Alternativas
Yoga
     VARIEDADES
Download Informativos
Boletim Informativo
Colunistas
Galeria de Fotos
Links Úteis
Loja Virtual
Rádio ARN

Receba nosso Boletim informativo por email

Seu Nome

Email

Acesso Associados

Usuario

Senha


Buscar Artigos

  Marilu Martinelli
A Cura e o Curador

Como alguém torna-se um curador? Alguns são auto-selecionados, outros são treinados nos mistérios da natureza e nas leis naturais e transcendentais pelos mais velhos de sua comunidade, como acontece com os xamãs siberianos e indígenas. Outros herdam de seus ancestrais os dons de curar e espontaneamente manifestam esse poder assim como o conhecimento dos princípios curativos de ervas cristais, elixires e fumigações. Outros ainda recebem os dons pela Graça, sendo agraciados por revelações. Muitos estudam anos em universidades para descobrir que o corpo surpreende e desafia conhecimentos formais e descobertos científicos. Porém, todos os curadores desabrocham de si mesmos, sejam acadêmicos ou informais. No caso dos xamãs isso acontece depois de uma vivência transcendental, quando vivem uma experiência de morte e renascimento. Dessa experiência emergem superando padrões limitadores e adquirem refinamento dos sentidos, e uma nova percepção de si mesmos e das dimensões pelas quais transita o espírito. Trata-se de uma iniciação profunda que permite ao iniciado o transito livre pela luz do conhecimento e pelas trevas da ignorância. Por isso ele é capaz de colher informações transitando pelo três mundos, físico, astral e causal sem se aprisionar, e retornar incólume para atuar de modo eficiente no problema circunstancial ou doença de quem o consulta. Diante do paciente o curador xamanico se coloca humildemente a serviço do sagrado, e permite que a intuição e o conhecimento técnico atuem em conjunto. Existem qualidades específicas que caracterizam o curador; dentre elas podemos destacar o conhecimento da energia vital e seu funcionamento e circulação no meio ambiente e em todos os seres vivos. O curador tem consciência do poder que permeia tudo que existe e que propicia a manutenção e renovação da vida. Por isso pode ser abastecido e abastecer pessoas com a energia universal de cura. Todo curador possui visão interior e acessa facilmente os campos da intuição, também reconhece símbolos reveladores que interpretam como sinais orientadores. Não importa se foi instruído na universidade, ou nos mistérios do livro sagrado da natureza. O curador é alguém que se entrega confiante ao inesperado e surpreendente, e que se oferece como instrumento para que a harmonia do universo se revele em forma de cura. Além disso, o curador tem o dom da introvisão. Penetra nas estruturas de caráter e comportamento das pessoas e principalmente sabe ser alegre e desapegado dos dramas e vitórias eventuais, portanto encara com leveza a mutabilidade e a fragilidade da condição humana. Todo curador tem habilidade para alterar seu nível de consciência sempre que desejar ou se faça necessário para o bem comum. Seja ele(a) místico ou não está em sintonia com a vida, a expressão milagrosa da divindade. Antes de tudo, o que define o curador, e nutre sua capacidade de curar, é a autoconfiança e a parceria com o sagrado. Baseado nisso ele desenvolve o foco na saúde, na harmonia, na beleza e na reverência pela vida humana. É irrelevante se o curador é um pajé, um xamã siberiano ou tibetano ou um médico, ele é alguém que ousa e que ultrapassa sem temor condicionamentos formais, técnicos, familiares, profissionais, sociais ou culturais. Supera dogmas, corre risco e elege um método competente, generoso e direto de atuar e perceber a ação do divino no que faz. Desse modo se posiciona como um servidor, tanto dos seres humanos como da natureza e do universo. O curador tem olhos de criança descobrindo sempre e se posicionando com equilíbrio e reverência diante dos surpreendentes poderes do corpo e do espírito. A doação de tempo, conhecimento, amor, atenção e carinho delineiam o caminho da cura. Porém, doação implica saber receber. Para que a cura aconteça é preciso saber receber tanto quanto saber doar. A natureza nos ensina que na sua dinâmica renovadora nada é dado infinitamente somente de um lado, sem que o outro lado receba também. Por exemplo: Um lago é alimentado por uma nascente, uma entrada de água, e tem também uma saída, seja pela evaporação ou uma abertura para um regato. Se a fonte secar ou for desviada o lago deixará de existir e o regato de ser alimentado. Na delicada e frágil teia da vida a interdependência e a reciprocidade são leis sagradas de sobrevivência. Integrado com a Terra e com os céus o curador compreende a doença como desarmonia entre corpo, mente e espírito, e desses com a natureza e o universo, por isso busca soluções unindo conhecimentos técnicos e a sabedoria eterna inspirada pela vontade coletiva da natureza e do divino. Para o curador a saúde acontece quando nos livramos da ilusão de isolamento e percebemos a inter-relação entre o homem natural, intelectual e espiritual. Ele sabe que ninguém cura ninguém, mas pode ser agente do despertar do curador interior que vive em cada um de nós. Remédios usados sem critério podem mascarar sintomas, porém podem sarar doenças e aliviar dores, mas somente quando o curador interior que vive em cada um de nós é ativado existe cura verdadeira. Generosidade, autoconfiança, amor ao próximo, reverencia pelo sagrado, sintonia fina com o universo, e parceria amorosa com a vida; essas são as principais regras seguidas pelo curador. Desse modo ele se oferece como veículo competente do poder criativo, curativo e renovador da natureza e da potencialidade infinita do universo.

Marilu Martinelli

Jornalista. Atriz. Educadora. Escritora. Conferencista Internacional. Professora de Mitologia Universal e Filosofia Oriental. Consultora Educacional para Capacitação de Professores em Valores Humanos. Consultora Empresarial para Formação de Lideranças em Valores Humanos.


Visite o site: www.marilu.martinelli.nom.br





Associação Rural Natureza © Copyright 2007
Fazenda Furquilha - Bairro Furquilha
Monte Alegre do Sul - SP

By Frequência